Busca avançada
Ano de início
Entree

Função dos neurônios hipotalâmicos AgRP/NPY no controle do eixo hipotálamo-hipófise-tireoide em camundongos alimentados e jejuados

Processo: 14/20704-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Lucila Leico Kagohara Elias
Beneficiário:Rodrigo César Rorato
Supervisor no Exterior: Anthony Neil Hollenberg
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/18179-4 - Avaliação do efeito da exposição ao ácido graxo saturado e à dieta hiperlipídica na sinalização do receptor CB2 em células da microglia, BP.PD
Assunto(s):Neuroendocrinologia   Sistema hipotálamo-hipofisário   Hormônios tireóideos   Jejum   Restrição calórica

Resumo

De acordo com a Organização Mundial de Saúde a obesidade se tornou uma epidemia global e o número de indivíduos obesos continua crescendo. Portanto, a elucidação das vias cerebrais que regulam a ingestão de alimento e o gasto energético torna-se crucial para estabelecimento de tratamentos e terapias eficazes contra a obesidade. O eixo hipotálamo-hipófise-tireoide (HHT), composto por neurônios do núcleo paraventricular (PVN) que produzem e secretam o hormônio liberador de tireotrofina (TRH), que modulam a produção hipofisária do hormônio estimulante da tireoide (TSH), que por sua vez regula os níveis circulantes do hormônio tireoidiano (TH), é um componente-chave na regulação do metabolismo basal, do gasto energético e da temperatura corporal. Sabe-se que o estresse nutricional, como a restrição calórica por longo prazo, modula o eixo HHT, levando a uma queda nos níveis de TH, secundária a uma queda nos níveis de leptina. Em um estudo recente, utilizando camundongos com deleção seletiva da expressão do gene que codifica o neuropeptídeo (NPY) e o receptor da melanocortina do tipo 4 (MC4R), o grupo do Dr. Hollenberg demonstrou que a redução dos níveis circulantes de TH induzida pelo jejum é controlada por ambos, NPY e MC4R, via supressão central do eixo HHT e via metabolismo do HT através do fígado. O núcleo arqueado (ARC) do hipotálamo contém neurónios que expressam tanto NPY/Proteína relacionada ao Agouti (AgRP; antagonista do MC4R) como a proopiomelanocortina (POMC), o precursor do hormônio estimulante de melanócito alfa (±MSH; agonista do MC4R). No presente estudo nós pretendemos investigar se neuropeptídios AgRP/NPY do ARC são o subconjunto de neurônios necessários para a supressão do eixo HHT induzida pelo jejum. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.