Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementação de taurina associada ou não a prática de exercício concorrente sobre a função mitocondrial, gasto energético e perfil inflamatório de mulheres obesas

Processo: 17/08036-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Ellen Cristini de Freitas
Beneficiário:Flávia Giolo de Carvalho
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/17711-0 - Regulação epigenômica do padrão de gordura em mulheres (maçã vs. pêra), BE.EP.PD
Assunto(s):Taurina   Obesidade   Metabolismo energético   Exercício físico

Resumo

INTRODUÇÃO: A utilização de taurina em pesquisas tem aumentado devido à suas propriedades antioxidante, anti-inflamatória e sua capacidade de modulação do metabolismo lipídico através da expressão de proteínas reguladoras da biogênese mitocondrial e aumento da função respiratória (PGC-1± e PPAR). Visto que a obesidade pode provocar alterações metabólicas que incluem produção anormal de adipocinas e ativação de vias de sinalização pró-inflamatórias no tecido adiposo, e também disfunção no metabolismo mitocondrial, a utilização de taurina poderia ser uma nova estratégia para o tratamento e prevenção de obesidade. Além disso, a associação de taurina com a prática de atividade física poderia potencializar o efeito do exercício promovendo maior aumento no gasto energético e na respiração mitocondrial, e consequentemente favorecer a redução de peso corporal. METODOLOGIA: Participarão do estudo 40 mulheres obesas que serão submetidas suplementação de taurina (3 gramas/dia) ou placebo associada ou não a prática de exercício físico no período de 8 semanas. A fim de verificar os efeitos da intervenção, será realizada biópsia de tecido abdominal para análise histológica do tecido adiposo, avaliação da função mitocondrial e quantificação/de proteínas/desacopladoras (UPC-1 e 2), PGC 1- ± e PPAR, determinação de taurina e de marcadores inflamatórios (IL-10, IL-6, IL-1, TNF-± e PCR) sanguíneos antes e após a suplementação. A composição corporal será avaliada pelo método de óxido de deutério. RESULTADOS ESPERADOS: Espera-se que a intervenção proposta restabeleça a função mitocondrial no tecido adiposo, aumente o gasto energético, promova a redução da gordura e peso corporal e beneficie o perfil inflamatório de mulheres obesas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BATITUCCI, GABRIELA; CUNHA BRANDAO, CAMILA FERNANDA; DE CARVALHO, FLAVIA GIOLO; MARCHINI, JULIO SERGIO; PFRIMER, KARMA; FERRIOLI, EDUARDO; CUNHA, FERNANDO QUEIROZ; PAPOTI, MARCELO; BARROS MORHY TERRAZAS, SARA IVONE; JUNQUEIRA-FRANCO, MARCIA VARELLA MORANDI; RAMOS DA SILVA, ADELINO SANCHEZ; DE FREITASA, ELLEN CRISTINI. Taurine supplementation increases irisin levels after high intensity physical training in obese women. CYTOKINE, v. 123, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.
DE CARVALHO, FLAVIA G.; JUSTICE, JAMIE N.; DE FREITAS, ELLEN C.; KERSHAW, ERIN E.; SPARKS, LAUREN M. Adipose Tissue Quality in Aging: How Structural and Functional Aspects of Adipose Tissue Impact Skeletal Muscle Quality. NUTRIENTS, v. 11, n. 11 NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.