Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da deficiência materna de vitamina D no desenvolvimento e função do tecido adiposo marrom na prole de ratos

Processo: 19/19993-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Carvalho Navegantes
Beneficiário:Matheus Leonardo Moro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/10089-2 - Controle neural, hormonal e nutricional da autofagia, AP.TEM
Assunto(s):Endocrinologia   Gravidez   Doenças metabólicas   Desenvolvimento fetal   Deficiência de vitaminas   Vitamina D   Metabolismo energético   Transcrição genética   Tecido adiposo marrom

Resumo

A vitamina D age em diferentes tecidos do organismo e sua deficiência aumenta o risco do desenvolvimento de uma série de doenças metabólicas, como por exemplo, o diabetes mellitus e a obesidade em humanos. Embora haja evidências de que animais knockout para o receptor de vitamina D (VDR) apresentam aumento no gasto energético, a importância fisiológica deste hormônio no tecido adiposo marrom (TAM), principal sítio de produção de calor do organismo, ainda é pouco conhecido. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo investigar os efeitos da deficiência materna de vitamina D, durante gestação e lactação, sobre o desenvolvimento e função do TAM na prole de ratos. Por meio do uso de técnicas de western blot e RT-PCR, serão investigados o conteúdo proteico e a transcrição gênica de marcadores da diferenciação do TAM (PRDM16 e CBEPA) e da termogênese (UCP-1) de animais expostos ou não ao frio. A obtenção desses resultados poderá contribuir para a melhor compreensão do papel da deficiência da vitamina D na fisiologia do TAM e na modulação do gasto energético. (AU)