Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos sobre a função do componente TERT na manutenção dos telômeros e na proliferação celular de L. major

Processo: 20/00316-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria Isabel Nogueira Cano
Beneficiário:Mark Ewusi Shiburah
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/04375-2 - Estudos sobre a biogênese e composição do complexo ribonucleoprotéico da telomerase de Leishmania spp. e sua regulação, AP.TEM
Assunto(s):Protozoologia   Leishmania   Leishmania mexicana   Telômero   Telomerase   Proliferação celular   CRISPR-Cas9

Resumo

As Leishmanioses são consideradas uma das mais severas doenças infecciosas de importância em saúde pública devido à alta taxa de mortalidade, morbidade e incidência, ampla distribuição geográfica, grande variedade de espécies de parasitos causadoras da doença e de formas clínicas manifestadas, ausência de tratamento eficiente e de medidas de prevenção adequadas. Os telômeros da maioria dos eucariontes, incluindo Leishmania, são estruturas nucleoproteicas localizados nas extremidades dos cromossomos, os quais têm sido considerados bons alvos para o desenvolvimento de novas terapias contra diferentes doenças. Os telomeros são mantidos pela ação conjunta da telomerase e de proteínas teloméricas e sua função é diferenciar os terminais de cromossomos de quebras de DNA em dupla fita e assim proteger as extremidades cromossômicas da degradação e fusão. O complexo telomerase do parasito, a semelhança de outros eucariotos, é composto minimamente por um componente proteico, TERT, e por um lncRNA, TER que carrega o molde para a replicação telomérica. Estudos sobre os telômeros de Leishmania sp. têm auxiliado bastante no entendimento da biologia deste organismo e o principal objetivo deste trabalho é estudar a importância do componente TERT da telomerase na manutenção dos telômeros e na proliferação celular. Para viabilizar esse projeto, serão utilizadas três metodologias, a primeira fará uso do BIBR1532, um inibidor sintético da telomerase. Sendo que já foi comprovado por nosso grupo de pesquisa que a BIBR1532 é capaz de afetar a proliferação celular tanto da forma promastigota quanto da forma amastigota de Leishmania amazonensis e nessa ultima sem afetar a sobrevivência de macrófagos. A segunda metodologia irá utilizar o sistema CRISPR-Cas9 para promover o nocaute por substituição gênica, do gene que codifica o componente TERT da telomerase do parasito. Este sistema já foi usado por outros grupos de pesquisa, e mostrou-se eficiente no nocaute gênico em Leishmania sp. E o terceiro prevê a superexpressão do componente TERT usando um vetor de expressão contendo um Flag-tag. Os efeitos do inibidor, do nocaute e da superexpressão de TERT, serão analisados in vitro, e constarão da análise de proliferação celular, ciclo celular, atividade da enzima e do tamanho dos telômeros. Com isso espera-se que uma nova luz seja lançada sobre o funcionamento da maquinaria telomérica de Leishmania e que por fim, as informações obtidas possam ser usadas para desenvolver novos métodos de combate as Leishmanioses. (AU)