Busca avançada
Ano de início
Entree

Parâmetros sanguíneos em vacas leiteiras alimentadas com fontes proteicas em dietas à base de cana-de-açúcar

Processo: 09/18621-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Marcos Veiga dos Santos
Beneficiário:Laila Miyuri Morita
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leite   Bioquímica clínica   Alimentos volumosos   Nutrição animal

Resumo

O objetivo geral do estudo é avaliar os efeitos de quatro fontes proteicas com diferentes taxas de degradabilidade (controle, alta, média e baixa), utilizando volumoso à base de cana-de-açúcar, sobre os parâmetros sanguíneos em vacas leiteiras. A hipótese a ser testada neste estudo é de que o aumento da degradabilidade de fontes proteicas (alteração da relação entre energia metabolizável: proteína metabolizável (EM:PM)) da dieta de vacas leiteiras pode alterar os parâmetros sanguíneos (ácidos graxos não-esterificados, triglicerídios, colesterol total, colesterol-HDL, colesterol-LDL, colesterol-VLDL, proteínas totais, albumina, ureia e nitrogênio ureico). Será utilizado o delineamento experimental em quadrado latino 4 x 4, com 4 tratamentos (degradabilidade da fonte proteica) e 4 períodos de 21 dias e um total de 3 quadrados contemporâneos. Serão coletadas para realização destes parâmetros, amostras de sangue no 18º dia de cada período experimental. A dieta será fornecida em duas refeições diárias (manhã e tarde). Serão utilizadas 12 vacas adultas (>2ª lactação) da raça Holandesa, em estágio intermediário de lactação (> 90 < 200 dias), com peso vivo de aproximadamente 600 kg, as quais serão alojadas no em estábulo tipo "free-stall", com controle individual de consumo de alimentos e regime de duas ordenhas/dia. (AU)