Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação da microextração líquido-líquido dispersiva para determinação do levetiracetam e da risperidona por técnicas cromatográficas acopladas a espectrometria de massas

Texto completo
Autor(es):
Greyce Kelly Steinhorst Alcantara
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Cristiane Masetto de Gaitani; Wilson Roberto Malfará; Álvaro José dos Santos Neto
Orientador: Cristiane Masetto de Gaitani
Resumo

A microextração líquido-líquido dispersiva baseada no uso de solventes orgânicos (OS-DLLME) vem recebendo grande destaque devido a facilidade de operação, baixo custo, rapidez e um consumo mínimo de solventes. Previamente a OS-DLLME um pré-tratamento do plasma se faz necessário a fim de propiciar a formação de uma adequada fase sedimentada. O levetiracetam (LEV) é um dos fármacos mais prescritos para o tratamento de crises epilépticas parciais e com generalizações secundárias. Assim, foi desenvolvido e validado um método bioanalítico para a quantificação do LEV em amostras de plasma por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC/MS). O pré-tratamento das amostras de plasma empregou ultrafiltros Amicon® (poros com tamanho de 10 kDa) que formavam um permeado adequado para a realização da OS-DLLME. A adição de 130 ?L de clorofórmio (solvente extrator) e 400 ?L de isopropanol (solvente dispersor), sem alteração na força iônica e agitação da amostra, proporcionaram 33 % de recuperação do LEV nas amostras de plasma. Tal análise foi realizada usando uma coluna de sílica fundida recoberta com Rtx-5MS (30 m × 0,25 mm x 0,25 ?m) empregando uma rampa de aquecimento. O tempo total de corrida cromatográfica foi de 9 minutos. O método apresentou-se linear no intervalo de concentração de 2 - 80 ?g mL-1 (r >= 0,99), onde os resultados foram ponderados (peso =1/x). A validade da regressão foi confirmada aplicando o teste da falta de ajuste linear. O limite inferior de quantificação (LIQ) foi de 2 ?g mL-1. Os parâmetros de precisão, exatidão, efeito matriz, efeito carry-over e estabilidade demonstraram-se em conformidade com o European Medicines Agency. Outro método foi desenvolvido e validado para a quantificação da risperidona (RSP) e seu metabólito 9-hidroxi-risperidona (9-OH-RSP) em amostras de plasma. A RSP e 9-OH-RSP correspondem a \"fração ativa\" do medicamento responsável pela atividade anticonvulsivante. As amostras de plasma foram pré-tratadas com ácido tricloroacético (TCA 30 %). O sobrenadante límpido foi diluído com solução de NaCl (10 %) e ajustado para o valor de pH 12, no qual foi desenvolvido a OS-DLLME. Foi adicionado um volume de 500 ?L de acetona (solvente dispersor) e 80 ?L de clorobenzeno (solvente extrator). Após otimização da extração, foi alcançado 89 % e 42 % de recuperação da RSP e 9-OH-RSP, respectivamente. Para tais análises foi empregada a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas sequencial com ionização por eletrospray (LC-MS/MS). Uma coluna Ascentis® C18 (10 cm x 4,6 mm x 2,7 ?m), fase móvel composta por tampão acetato de amônio e acetonitrila, em modo de eluição gradiente, vazão de 500 ?L min-1 e temperatura da coluna de 40 ºC foram empregados. O tempo total da corrida cromatográfica foi de 8 minutos. O método foi linear na faixa de concentração de 5 - 80 ng mL-1 (r >= 0,99), para ambos os analitos. O LIQ foi de 5 ng mL-1. Todos os demais parâmetros estavam em conformidade com a agência regulatória. Ambos os métodos foram aplicados com sucesso em amostras de plasma de paciente em tratamento com LEV ou RSP. Desta forma foi possível demonstrar aplicabilidade dos métodos bioanalíticos desenvolvidos e averiguar a concentração plasmática dos devidos fármacos no paciente (AU)

Processo FAPESP: 12/07210-8 - Avaliação da microextração líquido-líquido dispersiva para determinação do levetiracetam e da risperidona por técnicas cromatográficas acopladas a espectrometria de massas
Beneficiário:Greyce Kelly Steinhorst Alcantara
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado