Busca avançada
Ano de início
Entree


Análise e caracterização molecular, estrutural e populacional de proteases de HIV-1 do Estado de São Paulo.

Texto completo
Autor(es):
Atila Iamarino
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Paolo Marinho de Andrade Zanotto; Gonzalo Jose Bello Bentancor; Maria Inês de Moura Campos Pardini; Enrique Mario Boccardo Pierulivo; Tiago José Paschoal Sobreira
Orientador: Paolo Marinho de Andrade Zanotto
Resumo

Apesar dos esforços para controlar a infecção por HIV-1, na América do Sul, diversos recombinantes tem sido descritos, principalmente entre os subtipos B e F. Durante a tarefa coordenada de HIV-1 VGDN, foram encontrados diversos novos recombinantes BF no estado de São Paulo, sendo a maioria deles com a protease F. Técnicas filogenéticas usadas em integrases destes pacientes demonstraram que sequências recombinantes com perfis similares surgiram em diferentes eventos de recombinação. Análises filodinâmicas de amostras argentinas apontaram um crescimento contínuo de recombinantes com proteases F após a introdução da terapia intensiva, enquanto o subtipo B deixou de crescer. Dados estruturais e de interação de proteases F resistentes com o inibidor nelfinavir obtidos por dinâmica molecular sugeriram que polimorfismos do subtipo F podem atuar como restauradores de atividade ou acentuar a perda de afinidade pelo inibidor. Um vetor recombinante pNL4-3 com parte do gene gag e a protease do subtipo F foi construído, permitindo a comparação de seu efeito no fitness viral. (AU)

Processo FAPESP: 08/58559-5 - Análise e caracterização molecular, estrutural e populacional de proteases de HIV-1 do estado de São Paulo
Beneficiário:Atila Iamarino
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto