Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do envolvimento do sistema endocanabinóide no córtex pré-frontal medial de ratos sobre a modulação das respostas autonômicas durante o estresse por restrição: possível interação com os sistemas glutamatérgico e nitrérgico

Processo: 12/00390-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Autonômica
Pesquisador responsável:Fernando Morgan de Aguiar Correa
Beneficiário:Teophanes Barbosa Moraes Neto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/03685-3 - Neurotransmissores típicos e atípicos em transtornos neuropsiquiátricos, AP.TEM
Assunto(s):Neurofarmacologia   Sistema cardiovascular   Óxido nítrico   Córtex pré-frontal   Estresse por restrição

Resumo

O córtex pré-frontal medial ventral (vCPFM) pertence ao sistema límbico e está envolvido na modulação de respostas autonômicas. Tanto a eletroestimulação quanto a estimulação farmacológica do vCPFM promove alterações no sistema cardiovascular de ratos. Durante situações aversivas pode se observar tanto respostas autonômicas (aumento da pressão arterial, da frequência cardíaca e queda da temperatura cutânea) quanto comportamentais. O vCPFM está envolvido em diversas alterações associadas a reações defensivas, e apresenta conexões com diversas estruturas que modulam essas respostas, fazendo parte de uma via responsável por modular as respostas durante situações aversivas. São observadas aumentos nas respostas autonômicas durante o estresse por restrição (ER). O sistema glutamatérgico, através da ativação de receptores do tipo NMDA, aumenta a síntese de óxido nítrico (NO) por ativação de isoforma neuronial da óxido nítrico sintase (nNOS). Esta interação NMDA/ NO presente no vCPFM modula as respostas autonômicas durante situações aversivas, inclusive as decorrentes do ER. Porém a neurotransmissão glutamatérgica poder ser reduzida pelo sistema endocanabinóide através da ativação de receptores CB1 no vCPFM. E a ativação de receptores CB1 no vCPFM causa uma redução no tempo de imobilidade e nas respostas cardiovasculares decorrentes do estresse. Assim a hipótese do presente projeto é de que o sistema endocanabinóide presente no vCPFM module as respostas autonômicas decorrentes ao ER, por modular a neurotransmissão glutamatérgica/ nitrérgica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES-NETO, T. B.; SCOPINHO, A. A.; BIOJONE, C.; CORREA, F. M. A.; RESSTEL, L. B. M. INVOLVEMENT OF DORSAL HIPPOCAMPUS GLUTAMATERGIC AND NITRERGIC NEUROTRANSMISSION IN AUTONOMIC RESPONSES EVOKED BY ACUTE RESTRAINT STRESS IN RATS. Neuroscience, v. 258, p. 364-373, JAN 31 2014. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.