Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização celular e molecular de pacientes Xeroderma pigmentosum brasileiros

Processo: 13/17513-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Carlos Frederico Martins Menck
Beneficiário:Ligia Pereira Castro
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mutação   RNA mensageiro   Aconselhamento genético   Técnicas de diagnóstico molecular   Xeroderma pigmentoso   Técnicas de genotipagem   Araras (SP)

Resumo

Este projeto visa à determinação de mutações genéticas em células de pacientes diagnosticados clinicamente com Xeroderma Pigmentosum Variante (XP-V) no Brasil. Durante o mestrado esse estudo teve como objetivo caracterizar genotipicamente pacientes XP na comunidade de Araras localizada no município de Faina, Goiás, partir de linhagens celulares isoladas de 6 moradores desta comunidades (sendo 3 afetados e 3 não afetados). Estudos citológicos bem como a analise do DNA por sequenciamento do exoma e do transcriptoma desses pacientes revelaram duas mutações no gene XPV. Sendo duas trocas de base, uma em local de sinalização para splicing alternativo no exon 6 e outra sinalizando uma parada de leitura do mRNA no exon 8 do gene. A linhagem afetada XP04GO apresenta os dois alelos mutados em heterozigose, já a linhagem XP06GO é homozigota para a mutação em sítio de splicing no éxon 6. A análise do mRNA por PCR em tempo real para essas duas linhagens afetadas, com iniciadores na junção dos éxons 6 e 7, mostrou uma redução de 30% na expressão relativa desse mRNA para a linhagem XP04GO, diferente do observado para linhagem XP06GO em que essa expressão é zero. Essa diferença, provavemente, é devida a diferença de genótipo desses pacientes, sendo a XP06GO homozigota no sítio de splicing e a linhagem XP04GO heterozigota para essa mutação. O sequenciamento do exoma de outra linhagem, não relacionada à comunidade de Araras, identificou uma mutação em homozigose no sítio de splicing antes do último éxon do gene XP-V (região C-Terminal da proteína). A expressão relativa do mRNA do mesmo gene apresentou um nível de expressão seis vezes maior comparado ao controle. Nosso objetivo atual é analisar como está ocorrendo o processamento do mRNA do gene XPV nessas células, assim como, a estabilidade deste mRNA após o processamento no núcleo. Além disso, durante o mestrado foi desenvolvido um teste molecular de genotipagem para identificação das duas mutações encontradas na população de Araras. Sendo assim, o atual projeto tem como interesse, juntamente com a árvore genealógica desenvolvida durante o mestrado, entender melhor como essas mutações foram transmitidas durante as gerações. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CASTRO, Ligia Pereira. Caracterização genotípica de pacientes brasileiros com deficiência em processos de reparo de DNA.. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.