Busca avançada
Ano de início
Entree

Disfunção autonômica cardiovascular em pacientes com artrite reumatoide: caracterização, associações com a doença e efeitos da interrupção do tempo sedentário

Processo: 16/23319-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2017
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Hamilton Augusto Roschel da Silva
Beneficiário:Tiago Peçanha de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/07150-4 - Quebra do tempo sedentário na artrite reumatoide: efeitos na função vascular, BE.EP.PD
Assunto(s):Atividade física   Doenças reumáticas   Hipertensão   Artrite reumatoide

Resumo

Este projeto é fruto da junção da linha de pesquisa desenvolvida pelo aluno durante seu doutorado (FAPESP 2013/05519-4) - cujo foco foi o estudo dos efeitos do exercício físico sobre a função autonômica cardiovascular na hipertensão arterial - com a expertise do Laboratório de Avaliação e Condicionamento em Reumatologia da Disciplina de Reumatologia, no departamento de Clínica Médica do HC-FMUSP. Visto que estudos recentes têm sugerido que a disfunção autonômica cardiovascular apresenta-se como uma importante complicação da Artrite Reumatoide (AR), e dado que um maior tempo em atividades sedentárias pode ser um fator predisponente à esta disfunção; neste projeto o aluno irá investigar: (1) a disfunção autonômica cardiovascular na AR; (2) a possível relação entre esta disfunção autonômica e inflamação e; (3) os efeitos da redução do tempo sedentário sobre esta disfunção. Para isto, 30 mulheres com AR realizarão: (1) avaliação clínica; (2) avaliação do nível de atividade física e aptidão aeróbia; (3) dosagem de citocinas pró-inflamatórias e; (4) avaliação autonômica cardiovascular. Adicionalmente, 15 mulheres saudáveis comporão um grupo controle saudável, que irá realizar apenas a avaliação autonômica cardiovascular. Após as medidas pré-intervenção, as mulheres com AR serão aleatoriamente divididas em 2 grupos: 1) redução do tempo sedentário (RTS, n = 15) e; 2) grupo controle (GC, n = 15). O período de intervenção será de 4 meses. Durante este período, as participantes do grupo RTS serão instruídas a seguir metas com o objetivo de promover a redução do tempo sedentário. Estas metas se enquadrarão em 5 categorias: lazer, trabalho, transporte, atividades sociais e refeições, sendo que cada uma das metas possuirá um upgrade que será adicionado após 2 meses de intervenção. Ao final da intervenção, as participantes de ambos os grupos realizarão as mesmas avaliações pré-intervenção. O teste T de Student será utilizado para comparação da função autonômica cardiovascular entre as mulheres saudáveis e as com AR. A análise de modelos mistos para medidas repetidas será realizada para investigar os efeitos da intervenção sobre a função autonômica cardiovascular dos grupos RTS e GC. Quando pertinente, o post hoc de Tukey será utilizado para as comparações múltiplas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PECANHA, TIAGO; RODRIGUES, REYNALDO; PINTO, ANA JESSICA; SA-PINTO, ANA LUCIA; GUEDES, LISSIANE; BONFIGLIOLI, KARINA; GUALANO, BRUNO; ROSCHEL, HAMILTON. Chronotropic Incompetence and Reduced Heart Rate Recovery in Rheumatoid Arthritis. JCR-JOURNAL OF CLINICAL RHEUMATOLOGY, v. 24, n. 7, p. 375-380, OCT 2018. Citações Web of Science: 0.
BARTELS, RHENAN; PRODEL, ELIZA; LATERZA, MATEUS C.; DE LIMA, JORGE ROBERTO P.; PECANHA, TIAGO. Heart rate recovery fast-to-slow phase transition: Influence of physical fitness and exercise intensity. ANNALS OF NONINVASIVE ELECTROCARDIOLOGY, v. 23, n. 3 MAY 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.