Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da N-WASP, WAVE2 e cortactina na internalização por amastigotas extracelulares de Trypanosoma cruzi em células fagocíticas profissionais (THP-1)

Processo: 17/20432-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Renato Arruda Mortara
Beneficiário:Camila Macedo Medina
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/15000-4 - Trypanosoma cruzi: variabilidade genômica intra- e interespecífica e mecanismos de invasão/evasão celular, AP.TEM
Assunto(s):Trypanosoma cruzi   Cortactina   Citoesqueleto de actina   Amastigotes   Fagócitos

Resumo

A Doença de Chagas é causada pelo protozoário flagelado Trypanosoma cruzi e afeta cerca de 6 a 7 milhões de pessoas no mundo. A invasão celular por T. cruzi pode acontecer pelas formas tripomastigotas metacíclias e sanguíneas assim como pelas formas amastigotas extracelulares (AEs) que são originados pela lise prematura da célula hospedeira ou pela diferenciação extracelular dos tripomastigotas sanguíneos. AEs são capazes de invadir e colonizar células fagocíticas profissionais e não profissionais e fazem parte da manutenção do ciclo de infecção no hospedeiro vertebrado. Sabe-se que a invasão celular por essas formas é altamente dependente do citoesqueleto de actina da célula hospedeira, num processo coordenado que envolve diversos componentes tanto do parasita quanto da célula hospedeira, em especial moléculas que regulam o citoesqueleto de actina. Cortactina, N-WASP e WAVE2 participam na regulação do citoesqueleto de actina, no processo de fagocitose e já foram descritas pelo seu envolvimento na internalização de AEs em células fagocíticas não profissionais (FNP) em um mecanismo de fagocitose induzida. Com o intuito de investigar se os processos descritos em células FNPs na invasão por AEs estão presentes em células fagocíticas profissionais (THP-1), o presente projeto visa verificar se proteínas associadas ao citoesqueleto de actina como cortactina, N-WASP e WAVE2 são importantes também para a internalização de AEs em células fagocíticas (THP-1), o que traria mais evidências de que AEs promovem em células naturalmente não fagocíticas uma maquinaria especializada capaz de induzir fagocitose e, consequente internalização. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.