Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Encapsulação de componentes bioativos e probióticos por método combinado para desenvolvimento de bebidas funcionais à base de frutas e soro de leite

Processo: 20/01237-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Leila Maria Spadoti
Beneficiário:Fernando Freitas de Lima
Instituição-sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50349-0 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Alimentos funcionais   Compostos bioativos   Probióticos   Frutas   Soro do leite   Lipossomos   Encapsulação

Resumo

O consumo de bebidas funcionas vem crescendo devido à procura da população por agentes de promoção da saúde ou prevenção de doenças. Os componentes que conferem as propriedades bioativas podem ser divididos em moléculas bioativas e células vivas bioativas (probióticos). Essas bebidas com adição de probióticos, vitaminas e compostos bioativos (antioxidantes) com funções benéficas ao organismo humano estão cada vez mais populares e vão impulsionar o crescimento do mercado nos próximos anos. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de frutas, além de ser um dos maiores geradores de soro de leite, sendo estes, amplamente utilizados na obtenção de bebidas nutritivas. Sucos de frutas e bebidas à base de soro de leite e de frutas são boas opções para a adição de componentes funcionais como probióticos e carotenoides, que contribuiriam no aumento do valor dessas bebidas em termos de saúde e bem-estar. Os carotenoides são precursores da vitamina A e estão envolvidos em processos anti-inflamatórios e anti-carcinogênicos, e os probióticos são microrganismos que conferem diversos benefícios à saúde. Entretanto, esses bioativos são facilmente degradados na presença de oxigênio, luz, calor e casos específicos apresentam baixa biodisponibilidade no trato gastrointestinal. Diante destes desafios, são necessárias técnicas que promovam a proteção dos mesmos, proporcionando sua estabilidade e ação efetiva. O encapsulamento dos compostos bioativos possibilita a proteção de sua funcionalidade e facilita sua liberação em partes específicas do corpo humano. As técnicas de lipossomas e encapsulação por agentes poliméricos é comumente aplicada na conservação de compostos bioativos pois utiliza-se de excipientes biodegradáveis e permitem todas essas melhorias nas características físico-química dos compostos. Diante disso, o objetivo do projeto é encapsular componentes bioativos e probióticos por método combinado para desenvolvimento de bebidas funcionais à base de frutas e soro de leite. (AU)