Busca avançada
Ano de início
Entree

Triagem de compostos para a identificação de fármacos contra o vírus Chikungunya utilizando sistema replicon subgenômico

Processo: 21/01706-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Glaucius Oliva
Beneficiário:Lucca Rocha Policastro
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07600-3 - CIBFar - Centro de Inovação em Biodiversidade e Fármacos, AP.CEPID
Assunto(s):Biologia celular   Desenvolvimento de fármacos   Descoberta de drogas   Vírus Chikungunya   Replicação viral   Replicon   Fosfotransferases

Resumo

O vírus Chikungunya (CHIKV), causador da febre Chikungunya, é um arbovírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, que periodicamente provoca epidemias ao redor do mundo. Desde o surto de 2014 no Brasil, o número de casos de infecção pelo CHIKV tem aumentado, podendo se tornar um sério problema de saúde pública. A infecção viral causa diversos sintomas, podendo resultar em artrite e distúrbios neurológicos. Entretanto, não existem vacinas ou fármacos contra o CHIKV que possam mitigar a disseminação do vírus e limitar a morbidade associada à doença. A identificação de agentes antivirais de forma rápida e eficiente depende de ensaios celulares/bioquímicos que possam ser realizados em modo de triagem de alta performance (high-throughput screening, HTS), como os ensaios baseados em replicon. Estes são sistemas subgenômicos nos quais os genes codificadores das proteínas estruturais são substituídos por uma proteína repórter, o que permite a identificação de inibidores da replicação viral de forma segura, uma vez transfectados em células suceptíveis. Neste projeto, utilizaremos a linhagem replicon repórter de CHIKV, denominada BHK-21-Rep-T7-Gluc-nSP-CHIKV-99650, para a triagem de grandes bibliotecas de pequenas moléculas em formato HTS. As células expressam o replicon subgenômico do vírus contendo o gene da Gaussia luciferase (Gluc) como repórter e da neomicina fosfotransferase (Neo), para manutenção deste sistema de forma estável no citoplasma. Este projeto está vinculado ao CEPID CIBFar da FAPESP e tem por objetivo a identificação de potenciais agentes anti-CHIKV, visando contribuir para o desenvolvimento de fármacos contra arboviroses emergentes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)