Busca avançada
Ano de início
Entree


Papel da sacarose na formação do biofilme dental e na composição de proteinas da matriz do biofilme formado in situ

Autor(es):
Leme, Adriana Franco Paes
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Piracicaba. [2005]. 88 f.
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Odontologia de Piracicaba
Data de defesa:
Membros da banca:
Cury, Jaime Aparecido; Benelli, Elaine Machado; Mayer, Márcia; Line, Sérgio; Marangoni, Sérgio
Orientador: Cury, Jaime Aparecido
Área do conhecimento: Ciências da Saúde - Odontologia
Indexada em: Base Acervus-UNICAMP
Localização: Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba. Biblioteca Prof. Dr. Carlos Henrique Robertson Liberalli; T/UNICAMP; L542p
Resumo

Estudos in vitro têm mostrado a expressão de proteínas em diferentes condições de estresse. Entretanto, a expressão de proteínas em condições naturais de formação de biofilme na presença de sacarose não é conhecida. Além disso, proteínas da saliva e/ou de bactérias podem ser afetadas na presença de sacarose, e poderiam explicar a baixa concentração inorgânica na matriz do biofilme. Assim, o objetivo desse estudo foi identificar proteínas do biofilme formado in situ na presença ou ausência de sacarose através de eletroforese am duas dimensões e espectrometria de massa (MALDI TOF). Dispositivo palatino contendo oito blocos de esmalte humano foi usado em 2 fases de 14 dias para acúmulo de biofilme. Soluçã de sacarose a 20% ou água destilada e deionizada foi gotejada sobre os blocos de esmalte 8x1dia e dentifr cio fluoretado foi usado 3x1dia. Após 14 dias, o biofilme foi coletado e proteínas da matriz foram extraídas m NaOH O,1N contendo EDTA 1mM a O°C (50 uUmg de biofilme). Após centrifugação, o perfil de prote' as do sobrenadante foi determinado na primeira dimensão em gradiente de pH 4-7 e na segunda dimensão com 8-18% de acrilamida. Proteínas foram recortadas do gel, digeridas com tripsina e analisadas em M DI TOF. Os espectros de massa foram analisados em ase de dados NCBI. Os resultados mostraram . tinto perfil de proteínas dos biofilmes nas condições testa s. A maioria das proteínas identificadas esC associadas com funções de manutenção do metabolismo bac riano, como metabolismo energético, sí ese de aminoácidos, tradução e também relacionadas ao estresse. . rentes proteínas de estresse f am expressas nas duas condições testadas, sugerindo que houve respostas ecíficas de adapta N na presença e ausência de sacarose. Proteínas ligadoras de Ca foram identificadas somente no biofilme formado na ausência de sacarose. Os resultados sugerem que a ausência de proteínas ligadoras de Ca no biofilme dental formado na presença de sacarose poderia explicar a baixa concentração de Ca encontrada na sua matriz e ajudar a explicar a cariogenicidade do biofilme formado na presença de sacarose. (AU)

Processo FAPESP: 02/00293-3 - Caracterização de proteínas ligadoras de cálcio na matriz da placa dental formada na presença de sacarose in situ
Beneficiário:Adriana Franco Paes Leme
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado