Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do Web of Science, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Detecção molecular e sorológica de infecção por Leishmania (Leishmania) infantum em cavalos na região Sudeste do Brasil

Texto completo
Autor(es):
Benassi, Julia C. [1] ; Benvenga, Graziella U. [2] ; Ferreira, Helena L. [1, 2] ; Soares, Rodrigo M. [2] ; Silva, Diogo T. [2] ; Pereira, Vanessa F. [2] ; Ruiz, Vera Letticie A. [1] ; Oliveira, Tricia Maria F. de S. [1, 2]
Número total de Autores: 8
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Univ Sao Paulo, Fac Zootecnia & Engn Alimentos, Dept Med Vet, Ave Duque de Caxias Norte 225, BR-13635900 Pirassununga, SP - Brazil
[2] Univ Sao Paulo, Fac Med Vet & Zootecnia, Programa Posgrad Epidemiol Expt Aplicada Zoonoses, Ave Prof Dr Orlando Marques de Paiva 87, BR-05508270 Sao Paulo, SP - Brazil
Número total de Afiliações: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Pesquisa Veterinária Brasileira; v. 38, n. 6, p. 1058-1063, JUN 2018.
Citações Web of Science: 2
Resumo

RESUMO: O estudo objetivou verificar a ocorrência de Leishmania spp. e Leishmania (Leishmania) infantum em cavalos de uma região endêmica para leishmaniose visceral do Brasil. Amostras de DNA de sangue e suabe conjuntival (SC) foram testadas pela PCR e pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Embora nenhum cavalo estivesse clinicamente doente, animais infectados por Leishmania spp. e L. (L.) infantum foram encontrados em Ilha Solteira/SP. Dos 40 cavalos, 100% (40/40) foram positivos pela PCR de sangue, 90% (36/40) pela PCR de SC, e 2,5% (01/40) no sorodiagnóstico, pela RIFI. Seis desses 40 cavalos foram positivos para L. (L.) infantum pela PCR de sangue. O sequenciamento direto e a análise dos amplicons resultaram em uma sequência para análise evolutiva. Os resultados indicam a presença de Leishmania spp. e L. (L.) infantum infectando cavalos saudáveis no Brasil. A presença de DNA de Leishmania spp. and L. (L.) infantum em cavalos saudáveis sugere que eles podem ser importantes reservatórios desses parasitas, um achado altamente relevante para a vigilância epidemiológica das doenças que causam. (AU)

Processo FAPESP: 11/00147-6 - Uso de swab conjuntival para detecção da leishmaniose canina por PCR
Beneficiário:Trícia Maria Ferreira de Sousa Oliveira
Modalidade de apoio: Auxílio à Pesquisa - Regular
Processo FAPESP: 13/19821-4 - Aplicação de suabe conjuntival em inquéritos epidemiológicos, para detectar leishmaniose visceral canina, por PCR em tempo real
Beneficiário:Trícia Maria Ferreira de Sousa Oliveira
Modalidade de apoio: Auxílio à Pesquisa - Regular