Advanced search
Start date
Betweenand

Mapping QTLs for drought tolerance in a sea 5 x and 277 common bean cross with SSRs and SNP markers

Grant number: 17/17891-6
Support type:Regular Research Grants - Publications - Scientific article
Duration: November 01, 2017 - April 30, 2018
Field of knowledge:Agronomical Sciences - Agronomy
Principal Investigator:Luciana Lasry Benchimol-Reis
Grantee:Luciana Lasry Benchimol-Reis
Home Institution: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brazil

Abstract

O feijão comum exibe alta sensibilidade à seca e baixa produtividade. O melhoramento genético visando a resistência à seca se baseia em genes de diferentes grupos genéticos. Com o objetivo de melhor caracterizar os fatores que determinam a magnitude da resposta à seca no feijoeiro, utilizou-se o cruzamento SEA 5 x AND 277 para mapear locos de caracteres quantitativos associados à tolerância à seca. Um total de 438 marcadores polimórficos foram utilizados para o genótipo da população cartografia F8. A fenotipagem foi realizada em duas estufas, uma adaptada para estresse hídrico e outra irrigada. Quatorze descritores associados com a tolerância à seca foram medidos para identificar QTLs. O mapa genético foi construído com 331 marcadores, cobrindo todos os 11 cromossomos, com um comprimento total de 1.515 cM. Um total de 22 QTLs foram encontrados para clorofila, biomassa fresca do caule e da folha, peso seco da folia, temperatura da folha, número de vagens, número de sementes, peso de sementes, dias para florescimento, peso seco das vagens e produção nos dois tratamentos. Todos os QTLs detectados sob condições de seca apresentaram efeitos positivos do alelo SEA 5. Este estudo é importante para o melhoramento genético não só para entender melhor a herança genética de uma característica tão complexo como a tolerância à seca. (AU)