Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel de sistemas de secreção de Chromobacterium violaceum na interação com o hospedeiro e com outras bactérias

Resumo

Bactérias Gram-negativas secretam proteínas para o meio extracelular ou para dentro de células hospedeiras usando aparatados proteicos chamados sistemas de secreção do tipo I ao tipo VI ou por meio da liberação de vesículas de membrana externa (OMV). Neste projeto, propomos investigar o papel de vários destes sistemas de secreção na fisiologia e virulência da bactéria oportunista Chromobacterium violaceum. Estudos demonstraram que o sistema de secreção do tipo III (T3SS) tem papel na patogênese desta bactéria, mas os demais sistemas de secreção ainda não foram estudados. Assim, pretendemos estudar os sistemas de secreção do tipo I (T1SS), do tipo II (T2SS) e do tipo VI (T6SS), além das OMVs de C. violaceum. Linhagens mutantes nulos deficientes em cada uma destas maquinarias ou com a biogênese de OMVs alterada serão obtidas e testadas em modelos de virulência em camundongos e cultura de células. Análise proteômica quantitativa livre de gel do secretoma de C. violaceum comparando diferentes linhagens mutantes serão realizadas para identificar quais proteínas são secretadas por diferentes sistemas de secreção e por OMVs. Será testado se os T1SSs e seus alvos secretados, as proteínas RTX, tem papel em biofilme, adesão e citotoxicidade. Investigaremos se várias enzimas degradativas extracelulares são alvos secretados pelo T2SS. O papel do T6SS em competição interbacteriana será analisado, assim como o grau de redundância das seis proteínas parálogas VgrG do T6SS de C. violaceum. Análise de expressão gênica deverá revelar condições indutoras de cada maquinaria. Os dados obtidos neste projeto ajudarão a entender como diferentes maquinarias de secreção de proteínas contribuem para a sobrevivência de C. violaceum no ambiente e na interação com o hospedeiro e com bactérias competidoras. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUES DE SOUZA SANTOS, RENATO ELIAS; BATISTA, BIANCA BONTEMPI; DA SILVA NETO, JOSE FREIRE. Ferric Uptake Regulator Fur Coordinates Siderophore Production and Defense against Iron Toxicity and Oxidative Stress and Contributes to Virulence in Chromobacterium violaceum. Applied and Environmental Microbiology, v. 86, n. 21, . (17/03342-0, 18/01388-6, 20/00259-8, 18/19058-2)
SANTOS, RENATO E. R. S.; DA SILVA JUNIOR, WALDIR P.; HARRISON, SIMONE; SKAAR, ERIC P.; CHAZIN, WALTER J.; DA SILVA NETO, JOSE F.. The Zinc Transporter ZnuABC Is Critical for the Virulence of Chromobacterium violaceum and Contributes to Diverse Zinc-Dependent Physiological Processes. Infection and Immunity, v. 89, n. 11, . (17/03342-0, 20/00259-8, 18/01388-6, 18/14737-9)
ALVES, JULIA A.; PREVIATO-MELLO, MARISTELA; BARROSO, KELLY C. M.; KOIDE, TIE; DA SILVA NETO, JOSE F.. The MarR family regulator OsbR controls oxidative stress response, anaerobic nitrate respiration, and biofilm formation in Chromobacterium violaceum. BMC Microbiology, v. 21, n. 1, . (20/00259-8, 12/20435-9, 16/08728-1, 13/18797-2, 13/25745-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.