Busca avançada
Ano de início
Entree

Planejamento e desenvolvimento de candidatos a fármacos para a Doença de Chagas

Processo: 13/25658-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Glaucius Oliva
Beneficiário:Leonardo Luiz Gomes Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07600-3 - CIBFar - Centro de Inovação em Biodiversidade e Fármacos, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):17/02763-2 - Triagem fenotípica e estudos de metabolismo in vitro para a descoberta de fármacos para a Doença de Chagas e Leishmaniose, BE.EP.PD
Assunto(s):Doença de Chagas   Doenças negligenciadas   Planejamento de fármacos   Química médica

Resumo

A doença de Chagas é uma doença tropical negligenciada de alcance mundial que atinge milhões de pessoas, especialmente na América Latina, onde ocorre de forma endêmica. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi), a doença de Chagas ocupa um posto de alta prioridade em programas de pesquisa e desenvolvimento de novos medicamentos. Os fármacos disponíveis são extremamente limitados e possuem baixa eficácia e elevada toxicidade. Neste contexto, o desenvolvimento de novos medicamentos mais eficazes e seguros é de grande relevância.Os objetivos principais deste projeto de pós-doutorado são o planejamento e a avaliação de candidatos a novos fármacos para a doença de Chagas. O presente projeto é de extrema importância para o Centro de Pesquisa e Inovação em Biodiversidade e Fármacos (CIBFar, um dos CEPIDs FAPESP), que possui parcerias sólidas com a UNICAMP e com a DNDi para o desenvolvimento de candidatos a medicamentos para doenças negligenciadas, como a leishmaniose e a doença de Chagas. O projeto de pesquisa envolve o emprego de técnicas de planejamento de fármacos baseado na estrutura do ligante (LBDD, na sigla em inglês para ligand-based drug design); síntese orgânica planejada; avaliação biológica in vitro contra o parasita Trypanosoma cruzi e ensaios em cultura de células humanas para avaliação da seletividade. Métodos computacionais e experimentais serão integrados no processo de otimização molecular dos compostos. O projeto será desenvolvido no Laboratório de Química Medicinal e Computacional (LQMC) do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP) - instituição sede do CIBFar-CEPID/FAPESP.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Apesar de avanços, doenças negligenciadas ainda demandam atenção 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.