Advanced search
Start date
Betweenand

Short and long-term effects of the exposure to rosuvastatin, in the presence or absence of vitamin C, during prepuberty, on the rat male reproductive systemShort and long-term effects of the exposure to rosuvastatin, in the presence or absence of vitamin C, during prepuberty, on the rat male reproductive system

Grant number: 14/13659-3
Support Opportunities:Scholarships in Brazil - Scientific Initiation
Effective date (Start): October 01, 2014
Effective date (End): September 30, 2016
Field of knowledge:Health Sciences - Pharmacy - Toxicological Analysis
Principal Investigator:Wilma de Grava Kempinas
Grantee:Thamiris Moreira Figueiredo
Host Institution: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brazil

Abstract

As dislipidemias têm sido um achado frequente e se manifestado cada vez mais cedo na população em consequência do aumento do número de obesos. As estatinas são inibidores da enzima 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HMG-CoAredutase) e são, portanto, responsáveis por diminuir o colesterol total, principalmente o LDL-colesterol. A rosuvastatina é uma estatina de última geração e apresenta várias vantagens farmacológicas e efeitos inibitórios superiores em relação às outras estatinas. A vitamina C exerce importante função na integridade espermática e na fertilidade, atua como agente antioxidante contra o estresse oxidativo testicular e pode aumentar as concentrações séricas de testosterona. Considerando-se o uso de substâncias hipolipemiantes por crianças e os efeitos reprodutivos adversos imediatos e tardios promovidos pela administração de rosuvastatina a ratos pré-púberes, tais como a depleção androgênica e o possível aumento do estresse oxidativo, como observado em trabalho anterior, realizado pelo grupo de pesquisa (LEITE et al., Rep. Toxic. vol. 40, 93-103, 2014) e o importante papel desempenhado pela vitamina C na reprodução, propomos o presente estudo experimental em que ratos jovens serão expostos à rosuvastatina a partir do dia pós-natal (DPN) 23 até o DPN53, avaliando-se parâmetros reprodutivos imediatos e tardios sobre o sistema genital. A escolha do período de exposição se justifica pela tentativa de mimetizar a situação humana em que algumas crianças necessitam da droga durante a infância e adolescência. Para tanto, ratos recém-desmamados serão divididos em quatro grupos experimentais e receberão solução salina (veículo), 3 mg/Kg/dia de rosuvastatina, vitamina C na dose de 150 mg/dia ou associação de 3 mg/Kg/dia de rosuvastatina com 150 mg/dia de vitamina C, do DPN23 até o DPN53. No DPN53 parte dos animais serão eutanasiados e avaliados em relação às concentrações hormonais, histopatologia de testículo e epidídimo e atividade de enzimas antioxidantes. Os animais restantes serão mantidos até a maturidade sexual (DPN110), quando serão avaliados a produção, reserva, motilidade e morfologia espermática, histopatologia testicular e epididimária e as concentrações hormonais. Pretende-se que, além da formação de recursos humanos qualificados em Biologia e Toxicologia da Reprodução, novos conhecimentos sejam adquiridos sobre os possíveis efeitos protetores da vitamina C para o desenvolvimento reprodutivo masculino, divulgando-se os resultados por intermédio de publicações em revistas internacionais e indexadas de impacto, bem como em comunicações em eventos científicos da área.

News published in Agência FAPESP Newsletter about the scholarship:
Articles published in other media outlets (0 total):
More itemsLess items
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Scientific publications
(References retrieved automatically from Web of Science and SciELO through information on FAPESP grants and their corresponding numbers as mentioned in the publications by the authors)
ARAUJO LEITE, GABRIEL ADAN; FIGUEIREDO, THAMIRIS MOREIRA; GUERRA, MARINA TREVIZAN; BORGES, CIBELE DOS SANTOS; FERNANDES, FABIO HENRIQUE; ANSELMO-FRANCI, JANETE APARECIDA; KEMPINAS, WILMA DE GRAVA. Ascorbic acid co-administered with rosuvastatin reduces reproductive impairment in the male offspring from male rats exposed to the statin at pre-puberty. Food and Chemical Toxicology, v. 118, p. 416-429, . (14/13659-3, 13/22495-1)
ARAUJO LEITE, GABRIEL ADAN; FIGUEIREDO, THAMIRIS MOREIRA; PACHECO, TAINA LOUISE; SANABRIA, MARCIANA; VILLELA E SILVA, PATRICIA; FERNANDES, FABIO HENRIQUE; KEMPINAS, WILMA DE GRAVA. Vitamin C partially prevents reproductive damage in adult male rats exposed to rosuvastatin during prepuberty. Food and Chemical Toxicology, v. 109, n. 1, p. 272-283, . (14/13659-3, 13/22495-1)
ARAUJO LEITE, GABRIEL ADAN; FIGUEIREDO, THAMIRIS MOREIRA; PACHECO, TAINA LOUISE; GUERRA, MARINA TREVIZAN; ANSELMO-FRANCI, JANETE APARECIDA; KEMPINAS, WILMA DE GRAVA. Reproductive outcomes in rat female offspring from male rats co-exposed to rosuvastatin and ascorbic acid during pre-puberty. JOURNAL OF TOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL HEALTH-PART A-CURRENT ISSUES, v. 81, n. 17, p. 873-892, . (14/13659-3, 13/22495-1)

Please report errors in scientific publications list using this form.