Busca avançada
Ano de início
Entree

Ativação/desativação de macrófagos e linfócitos T CD4+ na asma experimental

Resumo

Nas últimas 2-3 décadas a prevalência e a severidade da asma brônquica, está aumentando significativamente em ambientes urbanos. A "hipótese da higiene" foi proposta no sentido de explicar este aumento da incidência. Esta hipótese parte de evidências epidemiológicas que mostram haver uma correlação inversa entre infecções e doenças alérgicas e/ou auto-imunes. Recentemente foi proposto que infecções, de um modo geral, geram células T reguladoras (Tregs) que inibem tanto patologias alérgicas (Th2) como doenças auto-imunes (Th1). Assim, uma possível interpretação desta hipótese é que o controle das doenças infecciosas em centros urbanos acarretou uma diminuição na atividade das células Treg levando a uma desregulação do sistema imune. Várias células Tregs têm sido caracterizadas, as Treg naturais (CD4+ CD25+ CD45RBlow) que inibem células T auto-reativas e as Treg adaptativas, que podem inibir reações imunes mediadas por linfócitos Th1 ou Th2. As Treg adaptativas são populações heterogênea, mas todas são CD4+ CD25+ e muitas expressam o fator de transcrição Foxp3. Um objetivo do projeto é investigar se as Treg, induzida por tolerância oral ou nasal, infecções por BCG recombinante e LPS, poderiam suprimir o desenvolvimento de asma. Uma outra possibilidade para a inibição da asma por infecções seria a ativação de macrófagos. Recentemente, nós mostramos que administração i.v. de LPS suprimiu asma. Esta supressão foi dependente de Toll Like Receptor TLR4, NO Sintase 2 e NO. Como hipótese de trabalho é possível que outros produtos metabólicos produzidos por macrófagos ativados durante a ativação de indolamina-2,3 dioxigenase ou hemeoxigenase 1, exerçam atividades supressivas semelhantes. Neste sentido, serão testados alguns agonistas clássicos de TLRs (LPS, PIC, BCGr), ou um sintético de TLR4, sobre o desenvolvimento de asma, com enfoque nestas diferentes vias metabólicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHRIST, ANA P.; RODRIGUEZ, DUNIA; BORTOLATTO, JULIANA; BORDUCCHI, ERICA; KELLER, ALEXANDRE; MUCIDA, DANIEL; SILVA, JOAO S.; LEITE, LUCIANA C. C.; RUSSO, MOMTCHILO. Enhancement of Th1 Lung Immunity Induced by Recombinant Mycobacterium bovis Bacillus Calmette-Guerin Attenuates Airway Allergic Disease. American Journal of Respiratory Cell and Molecular Biology, v. 43, n. 2, p. 243-252, AUG 2010. Citações Web of Science: 12.
MACIEL, MARCIA C. G.; FARIAS, JARDEL C.; MALUF, MICHELE J.; GOMES, ELIANE A.; PEREIRA, PAULO V. S.; ARAGAO-FILHO, WALMIR C.; FRAZAO, JOSIAS B.; COSTA, GRACIOMAR C.; SOUSA, SANARA M.; SILVA, LUCILENE A.; AMARAL, FLAVIA M. M.; RUSSO, MOMTCHILO; GUERRA, ROSANE N. M.; NASCIMENTO, FLAVIA R. F. Syzygium jambolanum treatment improves survival in lethal sepsis induced in mice. BMC COMPLEMENTARY AND ALTERNATIVE MEDICINE, v. 8, OCT 13 2008. Citações Web of Science: 13.
BORTOLATTO, J.; BORDUCCHI, E.; RODRIGUEZ, D.; KELLER, A. C.; FAQUIM-MAURO, E.; BORTOLUCI, K. R.; MUCIDA, D.; GOMES, E.; CHRIST, A.; SCHNYDER-CANDRIAN, S.; SCHNYDER, B.; RYFFEL, B.; RUSSO, M. Toll-like receptor 4 agonists adsorbed to aluminium hydroxide adjuvant attenuate ovalbumin-specific allergic airway disease: role of MyD88 adaptor molecule and interleukin-12/interferon-gamma axis. CLINICAL AND EXPERIMENTAL ALLERGY, v. 38, n. 10, p. 1668-1679, Oct. 2008. Citações Web of Science: 45.
COSTA-PINTO, FREDERICO AZEVEDO; BASSO, ALEXANDRE SALGADO; RUSSO, MOMTCHILO. Role of mast cell degranulation in the neural correlates of the immediate allergic reaction in a murine model of asthma. BRAIN BEHAVIOR AND IMMUNITY, v. 21, n. 6, p. 783-790, Aug. 2007.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.