Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de proteínas de superfície de Streptococcus mutans implicadas no escape à opsonização pelo sistema complemento

Processo: 15/07237-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Renata de Oliveira Mattos Graner
Beneficiário:Lívia Araújo Alves
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/17216-4 - Análise das funções da proteína pepO na virulência sistêmica de Streptococcus mutans, BE.EP.DR
Assunto(s):Virulência   Streptococcus mutans   Endocardite   Evasão da resposta imune

Resumo

Streptococcus mutans (SM) é uma espécie bacteriana comum da cavidade bucal de humanos envolvida na patogenia da cárie dental, a qual pode promover endocardites bacterianas ao obter acesso à corrente sanguínea (Nomura et al., 2006). Pouco se sabe, entretanto, sobre os fatores de virulência envolvidos na capacidade desta espécie de sobreviver em sangue e/ou causar infecções sistêmicas (Nomura et al., 2004; Negrini et al., 2012; Alves, 2014). Durante o processo de colonização e/ou infecção do hospedeiro, SM sofre diversas alterações no seu transcriptoma em resposta aos estímulos ambientais, as quais são, em parte, controladas por sistemas reguladores transcricionais de dois componentes (SDC). SM possui 14 SDCs, os quais são tipicamente compostos por uma proteína sensora de membrana histidina quinase (K) e uma proteína intracelular reguladora (regulador de resposta, R). Estes incluem os SDC VicRK e a proteína reguladora CovR sem sua proteína K cognata.VicRK e CovR estão envolvidos na regulação de genes de virulência associados à formação de biofilmes cariogênicos e no escape à fagocitose por PMN em sangue humano. Recentemente, verificamos que a inativação dos genes codificadores de VicK (vicK) e CovR (covR) na cepa SM UA159 reduziram significativamente a deposição de C3b/iC3b do sistema complemento, um dos principais fatores opsonizantes do sangue (Alves, 2014; proc. 2012/04222-5 bolsa de mestrado). Uma vez que VicRK e CovR regulam genes codificadores de proteínas de superfície, é provável que alguns destes genes influenciem direta ou indiretamente na deposição de C3b/iC3b na superfície bacteriana. Entre os genes regulados por VicRK e/ou CovR incluem-se wapE, lysM, 2146c, smaA, e epsC. Além disto, outros genes presentes em loci aparentemente regulados por VicRK e CovR, codificam proteínas com homologia a proteases de C3 do complemento, smu.399 e pepO (smu.2036) e proteínas que potencialmente influenciam na deposição de C3b (smu.1247 e smu.360). O objetivo deste projeto é identificar proteínas de superfície de SM reguladas direta ou indiretamente pelo SDC VicRK e CovR, que interferem na deposição de C3b/iC3b do sistema complemento de humanos. Para isto, serão comparadas as intensidades de deposição de C3b/iC3b de soro humano sobre a superfície bacteriana e a fagocitose por PMN entre mutantes knockout de genes wapE, lysM, 2146c, smaA, epsC, smu.399 e pepO com a cepa parental. As mesmas cepas mutantes serão caracterizadas quanto à capacidade de adsorção de (fibronectina, plasminogênio e fibrinogênio), componentes solúveis do sangue que influenciam na deposição de C3b/iC3b. Além disso, será avaliada a expressão destes genes em resposta a exposição de SM ao soro humano. A identificação dos componentes de superfície de SM que influenciam na opsonização pelo sistema complemento poderá contribuir para o desenvolvimento de terapias para controle de bacteremias e de infecções sistêmicas por esta espécie bacteriana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HARTH-CHU, ERIKA N.; ALVES, LIVIA A.; THEOBALDO, JESSICA D.; SALOMAO, MARIANA F.; HOFLING, JOSE F.; KING, WILLIAM F.; SMITH, DANIEL J.; MATTOS-GRANER, RENATA O. PcsB Expression Diversity Influences on Streptococcus mitis Phenotypes Associated With Host Persistence and Virulence. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 10, NOV 12 2019. Citações Web of Science: 0.
ALVES, LIVIA A.; DE CARLI, THAIS R.; HARTH-CHU, ERIKA N.; MARIANO, FLAVIA S.; HOFLING, JOSE F.; STIPP, RAFAEL N.; MATTOS-GRANER, RENATA O. Oral streptococci show diversity in resistance to complement immunity. Journal of Medical Microbiology, v. 68, n. 4, p. 600-608, APR 2019. Citações Web of Science: 2.
ALVES, LIVIA ARAUJO; GANGULY, TRIDIB; MATTOS-GRANER, RENATA O.; KAJFASZ, JESSICA; HARTH-CHU, ERIKA N.; LEMOS, JOSE A.; ABRANCHES, JACQUELINE. CovR and VicRKX Regulate Transcription of the Collagen Binding Protein Cnm of Streptococcus mutans. Journal of Bacteriology, v. 200, n. 23 DEC 2018. Citações Web of Science: 1.
CAMARGO, TARSILA M.; STIPP, RAFAEL N.; ALVES, LIVIA A.; HARTH-CHU, ERIKA N.; HOFLING, JOSE F.; MATTOS-GRANER, RENATA O. Novel Two-Component System of Streptococcus sanguinis Affecting Functions Associated with Viability in Saliva and Biofilm Formation. Infection and Immunity, v. 86, n. 4 APR 2018. Citações Web of Science: 7.
ALVES, LIVIA A.; HARTH-CHU, ERIKA N.; PALMA, THAIS H.; STIPP, RAFAEL N.; MARIANO, FLAVIA S.; HOEFLING, JOSE F.; ABRANCHES, JACQUELINE; MATTOS-GRANER, RENATA O. The two-component system VicRK regulates functions associated with Streptococcus mutans resistance to complement immunity. Molecular Oral Microbiology, v. 32, n. 5, p. 419-431, OCT 2017. Citações Web of Science: 12.
ALVES, LIVIA A.; NOMURA, RYOTA; MARIANO, FLVIA S.; HARTH-CHU, ERIKA N.; STIPP, RAFAEL N.; NAKANO, KAZUHIKO; MATTOS-GRANER, RENATA O. CovR Regulates Streptococcus mutans Susceptibility To Complement Immunity and Survival in Blood. Infection and Immunity, v. 84, n. 11, p. 3206-3219, NOV 2016. Citações Web of Science: 7.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.