Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos ácidos graxos de cadeia curta sobre a função de células linfóides inatas do tipo 3: envolvimento do receptor FFAR2 nesse processo

Processo: 18/02208-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marco Aurélio Ramirez Vinolo
Beneficiário:Laís Passariello Pral
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ácidos graxos voláteis

Resumo

As ILC3 são células linfóides inatas encontradas principalmente ao longo da mucosa intestinal. Estas células possuem papel fundamental na interação, direta e indireta, entre a microbiota local e as células do hospedeiro. Nossa hipótese é que essas células sejam moduladas pela ação de produtos do metabolismo de bactérias da microbiota intestinal, os chamados ácidos graxos de cadeia curta (AGCCs). Nesse contexto, temos como objetivo analisar se os AGCCs e seu receptor FFAR2 modulam a ativação e produção de citocinas por essas células. Para tanto, utilizaremos modelos in vitro e in vivo. Caracterizaremos o perfil de ILCs presentes na lâmina própria do intestino delgado, cólon e linfonodos mesentéricos de animais selvagens (WT) ou deficientes (KO) na proteína FFAR2 e tratados ou não com antibióticos (método para reduzir a concentração intestinal de AGCCs). A seguir, isolaremos ILC3 (NCR+ e NCR-) de camundongos reporter (RORyt Cre x mTmG) por sorting e analisaremos a produção de IL-17 e IL-22 por essas células tanto na presença quanto ausência de AGCCs. Esses experimentos serão feitos com células isoladas de animais FFAR2WT e KO. Por fim, avaliaremos in vivo o efeito da suplementação com acetato de sódio (agonista de FFAR2) por via oral de camundongos com deleção específica de FFAR2 em células que expressam o fator de transcrição Roryt o que inclui as ILC3. Nesses experimentos avaliaremos aspectos clínicos, carga bacteriana em tecidos, alterações inflamatórias do epitélio intestinal e o perfil de resposta imune ativada. Com o presente projeto, pretendemos avançar na compreensão dos mecanismos de interação entre microbiota e as células do sistema imune de hospedeiros. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (30 total):
Mais itensMenos itens
TV Band: Dieta rica em fibras pode prevenir bronquiolite (27/Set/2019)
Portal Exame: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (26/Set/2019)
Estadão.com: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
UOL: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Revista Ecológico online: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (30/Set/2019)
Sou Ecológico: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (30/Set/2019)
Jornal da Franca: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (29/Set/2019)
Portal Paraná Empresarial: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (29/Set/2019)
BN - Bahia Notícias: Infecções respiratórias em crianças podem ser prevenidas e amenizadas por dieta rica em fibra (27/Set/2019)
Portal de Notícias: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (27/Set/2019)
Portal Salvador Dez: Infecções respiratórias em crianças podem ser prevenidas e amenizadas por dieta rica em fibra (27/Set/2019)
O Paraguaçu online: Infecções respiratórias em crianças podem ser prevenidas e amenizadas por dieta rica em fibra (27/Set/2019)
O Sul: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (26/Set/2019)
Hospital Santa Maria: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (26/Set/2019)
Meio & Negócio: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (26/Set/2019)
Algomais online: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (26/Set/2019)
Terra: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Diário da Saúde: Dieta rica em fibras previne infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Esteta : Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Casa de Notícias: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
TNH1: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
O Sul online: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Jornais Virtuais: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Innaldo Sardinha: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Portal Gazeta de São Carlos: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
W Rádio Brasil: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Portal da Enfermagem: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
A noticia: Dieta rica em fibras pode prevenir e amenizar infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
A noticia: Dieta rica em fibras previne infecções respiratórias em crianças (25/Set/2019)
Med Imagem: Dieta rica em fibras pode prevenir infecções respiratórias em crianças (26/Set/2019)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PRAL, LAIS P.; FACHI, JOSE L.; CORREA, RENAN O.; COLONNA, MARCO; VINOLO, MARCO A. R. Hypoxia and HIF-1 as key regulators of gut microbiota and host interactions. TRENDS IN IMMUNOLOGY, v. 42, n. 7, p. 604-621, JUL 2021. Citações Web of Science: 0.
FACHI, J. L.; PRAL, L. P.; DOS SANTOS, J. A. C.; CODO, A. C.; DE OLIVEIRA, S.; FELIPE, J. S.; ZAMBOM, F. F. F.; CAMARA, N. O. S.; VIEIRA, P. M. M. M.; COLONNA, M.; VINOLO, M. A. R. Hypoxia enhances ILC3 responses through HIF-1 alpha-dependent mechanism. MUCOSAL IMMUNOLOGY, v. 14, n. 4 JAN 2021. Citações Web of Science: 1.
FACHI, JOSE LUIS; SECCA, CRISTIANE; RODRIGUES, PATRICIA BRITO; PINHEIRO DE MATO, FELIPE CEZAR; DI LUCCIA, BLANDA; FELIPE, JAQUELINE DE SOUZA; PRAL, LAIS PASSARIELLO; RUNGUE, MARCELLA; ROCHA, VICTOR DE MELO; SATO, FABIO TAKEO; SAMPAIO, ULLIANA; PEDROSA SILVA CLERICI, MARIA TERESA; RODRIGUES, HOSANA GOMES; SARAIVA CAMARA, NIELS OLSEN; CONSONNI, SILVIO ROBERTO; VIEIRA, ANGELICA THOMAZ; OLIVEIRA, SERGIO COSTA; MACKAY, CHARLES REAY; LAYDEN, BRIAN T.; BORTOLUCI, KARINA RAMALHO; COLONNA, MARCO; RAMIREZ VINOLO, MARCO AURELIO. Acetate coordinates neutrophil and ILC3 responses against C. difficile through FFAR2. JOURNAL OF EXPERIMENTAL MEDICINE, v. 217, n. 3 MAR 2020. Citações Web of Science: 0.
FACHI, JOSE LUIS; FELIPE, JAQUELINE DE SOUZA; PRAL, LAIS PASSARIELLO; DA SILVA, BRUNA KARADI; CORREA, RENAN OLIVEIRA; PEREIRA DE ANDRADE, MIRELLA CRISTINY; DA FONSECA, DENISE MORAIS; BASSO, PAULO JOSE; SARAIVA CAMARA, NIELS OLSEN; DE SALES E SOUZA, ERICKA LORENNA; MARTINS, FLAVIANO DOS SANTOS; SATO GUIMA, SUZANA EIKO; THOMAS, ANDREW MALTEZ; SETUBAL, JOAO CARLOS; MAGALHAES, YULI THAMIRES; FORTI, FABIO LUIS; CANDREVA, THAMIRIS; RODRIGUES, HOSANA GOMES; DE JESUS, MARCELO BISPO; CONSONNI, SILVIO ROBERTO; FARIAS, ALESSANDRO DOS SANTOS; VARGA-WEISZ, PATRICK; RAMIREZ VINOLO, MARCO AURELIO. Butyrate Protects Mice from Clostridium difficile-Induced Colitis through an HIF-1-Dependent Mechanism. CELL REPORTS, v. 27, n. 3, p. 750+, APR 16 2019. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.