Advanced search
Start date
Betweenand

Effect of POST-RESISTANCE exercise hypotension on cerebral hemodynamics and its regulation

Grant number: 19/22829-3
Support type:Scholarships abroad - Research Internship - Doctorate
Effective date (Start): February 01, 2020
Effective date (End): March 20, 2020
Field of knowledge:Health Sciences - Physical Education
Principal Investigator:Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz
Grantee:Rafael Yokoyama Fecchio
Supervisor abroad: David Andrew Low
Home Institution: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brazil
Local de pesquisa : Liverpool John Moores University (LJMU), England  
Associated to the scholarship:18/12390-1 - Effects of dynamic, isometric and combined (dynamic + isometric) resistance training on resting and post-exercise cardiovascular function and regulation in medicated hypertensive men, BP.DR

Abstract

O candidato para esse BEPE está desenvolvendo no Brasil uma tese de doutorado que avalia os possíveis benefícios do treinamento resistido dinâmico na função cardiovascular, reduzindo a pressão arterial (PA) e aumentando a função endotelial. Porém, durante a execução de uma sessão de exercício resistido dinâmico (ERD) ocorre um grande e abrupto aumento da PA enquanto que imediatamente após essa execução ocorre uma grande queda da PA. Estudos têm demonstrado que essas mudanças extremas da PA podem afetar o fluxo sanguíneo cerebral tanto durante quanto imediatamente após o ERD, superando a capacidade fisiológica do sistema de regulação da perfusão cerebral. Considerando um período mais longo de recuperação do ERD (e.g. 30 a 60 min pós-exercício), a PA se mantém diminuída em comparação à valores controle, sendo essa resposta conhecida como hipotensão pós-exercício resistido (HPER), que possui relevância clínica. Entretanto, pelo nosso conhecimento, nenhum estudo avaliou se a hemodinâmica cerebral está alterada durante esse período de recuperação prolongado. Dessa forma, esse estudo terá como objetivo avaliar a influência da HPER na hemodinâmica cerebral e em sua regulação. Para isso, 12 homens jovens saudáveis realizarão, em ordem aleatória, 1 sessão de ERD (6 exercícios - 3 séries de 20 repetições em 50% de 1RM) e 1 sessão controle (repouso). Antes e após essas intervenções, as seguintes variáveis serão avaliadas: 1) PA batimento a batimento (fotopletismografia); 2) velocidade do fluxo sanguíneo na artéria cerebral média (VFSC - doppler transcraniano); 3) fluxo sanguíneo extra-cerebral medido na artéria carótida interna (ultrassonografia duplex); 4) função endotelial extra-cerebral (30s de hipercapnia); e 5) auto-regulação cerebral (função de transferência entre a PA e a VFSC). O efeito do exercício nessas variáveis será avaliado pela ANOVA de 2 fatores para medidas repetidas considerando a sessão (exercício e controle) e o momento (pré e pós-intervenção) como fatores principais e um nível de significância de p < 0,05. Esse projeto irá expandir o conhecimento produzido pela tese de doutorado do aluno no Brasil, irá permitir que o aluno aprenda novas técnicas que poderão ser introduzidas no laboratório brasileiro após o seu retorno, e irá consolidar a parceria científica entre seus supervisores no Brasil e na Inglaterra.