Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação dos mecanismos funcionais que operam na via de sinalização flagelina-NLRC4-dependente/caspase-1-independente no controle da infecção por l. pneumophila e determinação dos mecanismos que operam de maneira flagelina-independente

Processo: 11/22617-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Dario Simões Zamboni
Beneficiário:Marcelo de Souza Fernandes Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Flagelina   Legionella pneumophila   Inflamassomos

Resumo

A bactéria Gram-negativa Legionella pneumophila (WT Lp) utiliza um sistema de transporte de proteínas do tipo IV (denominado Dot/Icm) para injetar proteínas bacterianas diretamente no citoplasma celular. Tais componentes podem ser detectados por células do sistema inato, que possuem receptores especializados no reconhecimento de padrões moleculares associados à patógenos. Em camundongos, a resistência à infecção é dependente da ativação de caspase-1 por receptores Nod-like como NAIP5 e NLRC4. A ativação desses receptores culmina na restrição da infecção de macrófagos por L. pneumophila. Recentemente, nosso grupo demonstrou que bactérias deficientes em flagelina (flaA) se multiplicam melhor em animais C57BL/6 em processo independente de mobilidade e flagelo, mas dependente da presença de flagelina solúvel. Adicionalmente, infecções (flaA x WT Lp) realizados em animais NLRC4-/- e caspase-1-/- revelaram a existência de uma nova via de sinalização que é dependente de NLRC4 e independente de flagelina e participa efetivamente do controle da replicação bacteriana (tese de doutoramento do candidato, p.f. veja manuscrito anexo). Diante disso, propomos utilizar ferramentas farmacológicas, genéticas e interferência de RNA para determinar os mecanismos funcionais pelos quais essa via leva ao controle da replicação bacteriana. Adicionalmente, pretendemos avaliar outros mecanismos da imunidade inata e adaptativa que operam no controle da infecção murina por Legionella pneumophila de maneira independente de flagelina.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CERQUEIRA, DAIANE M.; PEREIRA, MARCELO S. F.; SILVA, ALEXANDRE L. N.; CUNHA, LARISSA D.; ZAMBONI, DARIO S. Caspase-1 but Not Caspase-11 Is Required for NLRC4-Mediated Pyroptosis and Restriction of Infection by Flagellated Legionella Species in Mouse Macrophages and In Vivo. JOURNAL OF IMMUNOLOGY, v. 195, n. 5, p. 2303-2311, SEP 1 2015. Citações Web of Science: 31.
HORI, JULIANA I.; PEREIRA, MARCELO S. F.; ROY, CRAIG R.; NAGAI, HIROKI; ZAMBONI, DARIO S. Identification and functional characterization of K+ transporters encoded by Legionella pneumophila kup genes. Cellular Microbiology, v. 15, n. 12, p. 2006-2019, DEC 2013. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.