Busca avançada
Ano de início
Entree

Repercussões do remodelamento do tecido adiposo durante a síndrome de caquexia em pacientes com câncer gastrointestinal: potencial envolvimento do receptor TLR4 na modulação do browning no TAB

Processo: 15/19259-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Miguel Luiz Batista Junior
Beneficiário:Miguel Luiz Batista Junior
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Campus da Sede Mogi das Cruzes. Mogi das Cruzes, SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo  Caquexia  Inflamação  Receptor 4 toll-like  Tecido adiposo branco 

Resumo

A caquexia, por seu caráter de síndrome, afeta múltiplos compartimentos e sistemas do organismo portador da neoplasia. A redução acentuada de massa gorda (TAB) é um dos principais "marcadores" clínicos da caquexia associada ao câncer. Recentemente, alguns estudos demostraram alterações morfofuncionais (remodelamento) no TAB, caracterizados por alterações fenotípicas de adipócitos brancos para um perfil mais próximo aos adipócitos marrons. Este processo tem sido descrito como browning no TAB. Por outro lado, a grande maioria dos estudos restringe-se a avaliar algumas alterações metabólicas, negligenciando a inflamação tecidual e principalmente, os eventos que antecedem às alterações morfofuncionais induzidas pela caquexia. Além disso, considerando o importante papel dos receptores de imunidade inata como "elo de conexão" entre os eventos inflamatório e metabólicos, até onde sabemos, poucos ou nenhum estudo avaliou tais relações e seu papel durante as distintas fases da caquexia. Em vista do papel que os receptores do tipo Toll 4 (TLR4) exercem no controle da lipólise, inflamação e consequente remodelamento do tecido adiposo, seria razoável postular que a ativação destes receptores teria papel importante no remodelamento deste tecido. Assim, propomo-nos a estudar, sob um enfoque translacional, os mecanismos envolvidos nos processos iniciais que resultam no remodelamento TAB. Para tal, investigaremos, em modelo de camundongo knockout para TLR4, o processo disfunção metabólicas e consequente indução de browning no TAB durante o desenvolvimento da caquexia. Em paralelo, avaliaremos os mesmos parâmetros em pacientes com câncer gastrointestinal e caquexia, bem como uma série de marcadores plasmáticos e a possível aplicação diagnóstica dos mesmos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Droga para controle do colesterol tem ação contra caquexia associada ao câncer 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.