Busca avançada
Ano de início
Entree

Descoberta de novos inibidores da enzima glicose-6-fosfato isomerase de Leishmania mexicana

Processo: 14/15590-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 01 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Artur Torres Cordeiro
Beneficiário:Sabrina Gondim Ribeiro Mota
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/19141-1 - Descoberta de inibidores não fosforilados da enzima Glicose-6 fosfato isomerase, BE.EP.DR
Assunto(s):Leishmania mexicana   Leishmaniose   Química médica

Resumo

A leishmaniose é uma doença parasitária associada à infecção por protozoários flagelados do gênero Leishmania ssp. Atualmente todas as opções disponíveis para o tratamento desta enfermidade apresentam uso limitado devido ao desenvolvimento de resistência do parasita, dificuldades na administração, longo período de tratamento, toxicidade ou alto custo. A enzima Glicose-6-fosfato isomerase (PGI) é considerada um alvo molecular promissor para o desenvolvimento de fármacos anti-parasitários pois atua em duas vias metabólicas essências aos diferentes estágios do ciclo de vida dos parasitas. A PGI catalisa a isomerização reversível de Glicose-6-fosfato (G6P) em Frutose-6-fosfato (F6P) e assim participa tanto da via glicolítica quanto da gliconeogênese. Este projeto têm por objetivo identificar novos inibidores da PGI de Leishmania mexicana (LmPGI), não fosforilados e se possível seletivos para a enzima do parasita; ou seja sem atividade, ou atividade reduzida, contra a PGI humana (HsPGI). Para isso será desenvolvido um ensaio de HTS (sigla em inglês para High Throughput Screening) para triar as bibliotecas de compostos químicos Diversity (10.000 compostos) e Natural Derivative Library (3040 compostos) adquiridas comercialmente da TIMTEC e disponíveis no Laboratório de Bioensaios de LNBio/CNPEM. Após o HTS primário, os inibidores identificados contra a LmPGI serão testados contra a HsPGI para avaliar a seletividade contra a enzima do parasita. Em seguida, os compostos serão agrupados por similaridade estrutural e representantes de cada nova classe de inibidores da LmPGI serão usados na determinação do mecanismo de inibição e do sítio de ligação, por cristalografia de raios-X. Os inibidores mais potentes serão usados para avaliar o efeito leishmanicida contra cultura de parasitas. Os resultados deste projeto podem levar a descoberta de novos candidatos a fármacos contra leishmaniose.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOTA, SABRINA G. R.; MERCALDI, GUSTAVO F.; PEREIRA, JOSE G. C.; OLIVEIRA, PAULO S. L.; RODRIGUEZ, ANA; CORDEIRO, ARTUR T. First Nonphosphorylated Inhibitors of Phosphoglucose Isomerase Identified by Chemical Library Screening. SLAS DISCOVERY, v. 23, n. 10, p. 1051-1059, DEC 2018. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOTA, Sabrina Gondim Ribeiro. Identificação e caracterização de inibidores da enzima glicose-6-fosfato isomerase de Leishmania mexicana. 2018. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.