Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de micropartículas ricas em extrato da casca de uva através da técnica emergente SAS e avaliação dos seus efeitos antioxidante e anti-inflamatório no tratamento da Colite induzida em ratos

Processo: 17/23657-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Mário Roberto Maróstica Junior
Beneficiário:Ana Paula da Fonseca Machado
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Polifenóis   Colite   Uva   Anti-inflamatórios   Antioxidantes

Resumo

O resíduo vegetal gerado pela indústria vinícola tem sido reconhecido como uma excelente fonte de compostos bioativos devido sua expressiva quantidade de polifenóis, que têm demonstrado possuir efeitos protetores contra diversas doenças crônicas, como Câncer, patologias cardiovasculares e doenças inflamatórias, dados pela atenuação do estresse oxidativo e bloqueio das vias de sinalização oxidante. Contudo, muitas vezes a eficiência dos polifenóis é limitada devida à sua fraca solubilidade em meio aquoso e a baixa estabilidade frente condições severas de acidez e alcalinidade, e altas temperaturas, além da baixa disponibilidade após administração oral. Partindo da boca, os compostos fenólicos começam sua jornada através do trato gastrointestinal, onde são submetidos a várias transformações físico-química-biológicas, das quais podem perder suas bioatividades completamente. Visando superar estes problemas, o desenvolvimento de sistemas de encapsulação de polifenóis (como as antocianinas) através de técnicas emergentes não-térmicas, ambientalmente e humanamente seguras são interessantes de serem empregadas com o intuito de aumentar e melhorar a taxa de liberação e a sua biodisponibilidade ao local alvo, principalmente quando este local é o trato gastrointestinal inferior. Neste contexto, este projeto propõe investigar as propriedades antioxidante e anti-inflamatória de micropartículas ricas em extrato da casca de uva produzidas pela técnica emergente antissolvente supercrítico (SAS) no tratamento da colite, que é um tipo de inflamação do intestino grosso, induzida por ácido 2,4,6 trinitrobenzenossulfônico (TNBS) em ratos. Para se atingir este objetivo, o projeto foi estrategicamente estruturado em cinco etapas: i) recebimento, pré-tratamento e caracterização da matéria-prima (casca de uva); ii) extração e caracterização do extrato; iii) encapsulação do extrato pela técnica SAS e caracterização das micropartículas; iv) administração das micropartículas e do extrato seco não-encapsulado em ratos com Colite induzida; e v) análises do sangue, tecidos e fezes dos animais. Com a execução dessas etapas, espera-se que as micropartículas produzidas pela técnica SAS tenham um grande potencial funcional in vivo, contribuindo, dessa forma, para a promoção de saúde e bem-estar humano. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.