Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade e conservação dos anfíbios brasileiros

Processo: 13/50741-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Vigência: 01 de abril de 2014 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:Célio Fernando Baptista Haddad
Beneficiário:Célio Fernando Baptista Haddad
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Julian Faivovich ; Kelly Raquel Zamudio ; Sanae Kasahara
Bolsa(s) vinculada(s):17/26162-8 - Diversidade e conservação dos anfíbios brasileiros, BP.TT
17/26281-7 - Taxonomia e evolução do gênero Brachycephalus Fitzinger, 1826 (Anura: Brachycephalidae), BP.PD
17/23617-4 - Adaptações morfológicas e ontogenéticas de ovos e embriões de anuros sem larvas livre-natantes: implicações evolutivas dos modos de desenvolvimento, BP.PD
+ mais bolsas vinculadas 17/25975-5 - Auxílio na organização de acervos de coleções científicas de anfíbios e inserção de dados referentes às coletas, no Sistema de Informação Ambiental do Programa BIOTA/FAPESP, BP.TT
17/09676-8 - Efeito das Modificações da Paisagem e das Mudanças Climáticas sobre a Persistência de Anfíbios na Mata Atlântica, BP.MS
16/14054-3 - DNA ambiental aplicado a estudos de monitoramento e conservação de anfíbios anuros na Mata Atlântica, BP.PD
16/00758-9 - Auxílio na organização de acervos de coleções científicas de anfíbios e inserção de dados referentes s coletas, no Sistema de Informação Ambiental do Programa BIOTA/FAPESP, BP.TT
15/20936-6 - Auxílio na organização de acervos de coleções científicas de anfíbios e inserção de dados referentes às coletas, no Sistema de Informação Ambiental do Programa BIOTA/FAPESP, BP.TT
14/20915-6 - Ecologia química em anuros: caracterização de compostos voláteis e feromônios peptídicos em secreções de peles de rãs, BP.PD
14/22344-6 - Efeitos das mudanças climáticas e do uso da terra e as implicações para a conservação de anfíbios no Brasil, BP.PD
14/24972-4 - Processos evolutivos em Cycloramphus (Anura, Cycloramphidae): especiação na Mata Atlântica brasileira, BP.DR
14/05772-4 - Revisão taxonômica e estudo filogenético da série de Ischnocnema guentheri (Anura: Brachycephalidae), BP.DR
14/06795-8 - Detecção de espécies de anuros em riachos de Mata Atlântica por meio de DNA ambiental, BP.MS
14/14208-5 - Auxílio na organização de acervos de coleções científicas de anfíbios e inserção de dados referentes às coletas, no Sistema de Informação Ambiental do Programa BIOTA/FAPESP, BP.TT
13/18807-8 - Tópicos em filogeografia de Aplastodiscus (Amphibia; Anura; Hylidae), BP.PD
12/25427-4 - Relações filogenéticas no clado de Scinax catharinae (Anura, Hylidae), BP.PD
12/25370-2 - Diversidade e evolução em Phyllomedusinae (Anura: Hylidae) e suas relações com Pelodryadinae, BP.PD
11/51392-0 - A história da Caatinga: filogeografia comparada de anfíbios enfrentando um bioma xérico, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Biodiversidade  Amphibia  Anfíbios  Metagenômica  Conservação biológica  Degradação ambiental  Ecossistemas 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Brazilian_biodiversity...future_uwnxlxX_15_16.pdf

Resumo

A degradação dos ecossistemas naturais por ação antrópica vem gerando uma crise sem precedentes na biota do planeta. Além da deterioração ambiental causada pelo homem, através da fragmentação, deterioração ou destruição completa dos ecossistemas, há outros problemas graves, como os de introdução de espécies exóticas, doenças, poluição/contaminação, mudanças climáticas, bem como a interação sinérgica destes fatores. Dentre os organismos mais afetados estão os anfíbios, que vêm enfrentando sérios declínios populacionais, extinções locais ou mesmo extinções de espécies. Paralelamente a este quadro de perda de diversidade, o número de espécies novas descritas vem aumentando nas regiões tropicais, como resultado de investimentos em prospecção. No Brasil, acaba de ser publicada a lista oficial de anfíbios ameaçados e o quadro que se vê é alarmante, com um aumento no número de espécies ameaçadas da ordem de 150%. No Brasil vêm sendo descritas cerca de 20 novas espécies de anfíbios a cada ano, mas é difícil determinar, neste momento, qual será o número final aproximado, dadas as incertezas e as imensas áreas ainda não prospectadas do país. Portanto, há tanto uma necessidade maior de compreensão de nossa diversidade de anfíbios ainda não descritos formalmente, como a necessidade de se compreender melhor os papeis desempenhados pelos diferentes fatores que ameaçam as espécies brasileiras. O presente projeto propõe abordagens para avaliar estas duas grandes questões. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Seis espécies de anfíbios invasores são identificadas no Brasil 
Rãs passaram a se reproduzir fora d’água para diminuir a competição sexual 
Pesquisadores da Unesp descrevem nova espécie de rã no interior paulista 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Anfíbio noturno brilha no escuro